As 5 coisas mais chatas sobre morar sozinho

Morar sozinho é a coisa mais legal do mundo (e essa lista aqui prova isso!), mas tem seus momentos chatos também.

1 – Não tem pra quem gritar se você esquecer a toalha ou o papel higiênico acabar
E aí rola aquela caminhadinha da humilhação sozinho. E também é um saco estar no banho e ouvir o interfone ou o telefone tocando lá longe… Pelo menos ninguém vê, né?

2 – Você é seu médico
Não tem ninguém pra te fazer uma sopinha quando você está doente e nem pra quem perguntar “minha testa está quente?”. Quem tem que fazer tudo é você: de ligar a TV na Sessão da Tarde até a visita à farmácia.

3 – Fazer compras pode ser uma palhaçada
Se ficou dois dias sem beber leite, já esqueceu que tem uma caixa na geladeira e acaba comprando outro no mercado. Não tem pra quem ligar em casa e confirmar o que está faltando. Aí, no fim, você acaba com 17 pacotes de pão de forma e sem nenhuma manteiga! Então lembre-se de fazer listas.

4 – Toda a louça suja é sua
Todo mundo teve um familiar/roommate que metodicamente lavava apenas as louças que tinha usado. “Não interessa que a única outra coisa na pia é apenas uma colher, não fui eu que usei, então não vou lavar”. Mas quando você mora sozinho, o papo é outro…

5 – E todas as contas também
O mês que apertar, não tem ninguém pra cobrir sua metade da conta da internet. Abre o olho e economize!

Anúncios

Eletrodomésticos vampiros!

Captura de Tela 2014-01-29 às 18.55.38

Mesmo desligados, eletrodomésticos e eletrônicos consomem energia pelo simples fato de estarem na tomada.

Exemplos: 50% da energia usada por um aparelho de som é quando ele está em stand-by – e esse número pula para 61% quando falamos de telefones sem fio. É o que esse infográfico abaixo (em inglês) da empresa Castlegate Lights mostra.

Puxa tudo da tomada já!

Continuar lendo

Feira da fruta: como escolher as melhores?

Uma das minhas grandes metas de ano novo é beber mais sucos naturais. E nenhum suco será mais fresco do que aquele que eu mesmo fizer aqui em casa, certo? Mas ok. Depois de comprar um liquidificar, uma tábua e boas facas (não, eu não tinha nenhuma dessas três coisas) chegou a hora de ir pra arena.

Não vou falar de receitas agora mas sim do passo que vem antes delas: como escolher cada fruta?

abacaxi-fruta-mercado-corte

Quando chegar no mercado com sua listinha na mão, pense sobre a quantidade que vai comprar: ela deve refletir a sua frequência de consumo – ninguém quer chegar pra comer algo e descobrir que tá podre.

No mundo ideal você iria ao mercado todo dia pegar frutas frescas, mas quem tem tempo hoje em dia, né? Então, pra elas durarem uma semana, compre em estágios diferentes! Divida a quantidade que você quer em três partes: uma madura para o consumo para os 2 primeiros dias, uma quaaaase madura para os próximos 3 dias e uma bem menos madura para os últimos dias da semana ;)

Beleza e como escolho cada fruta? Yes, nós temos as dicas!

ABACAXI
Atenção nas escamas: se a casca estiver lisa (ou seja, os gominhos estiverem chatos e afastados), a chance de estar doce é maior.

MAÇÃ
Prefira as de cor viva e com a casca lisa, sem depressões ou machucada.

MANGA
Além de um amarelo-avermelhado, devem ser macias ao toque e firmes ao mesmo tempo, sem que a casca se rompa fácil com pressão.

UVAS
Se estiver meio branca, é sinal de que foi colhida antes da hora e não será tão doce. Uva não amadurece fora do pé.

COCO
Bata o coco e atenção: se o som for oco, ele tá no ponto. Balance para checar se tem muita água. Se conseguir ouvir o barulho, tem pouca.

MARACUJÁ
O melhor indicativo é o peso. Chacoalhe e veja se não está muito leve (sinal de pouco suco). Prefira os menores.

LIMÃO
Compre maduro pois cítricos não amadurecem fora do pé. No caso do limão, os de casca lisa e brilhante têm mais suco.

BANANA
Prefira sempre as mais gordas. As finas mostram que foram colhidas antes da hora, têm menos nutrientes e mais gostinho de terra.

ABACATE
Compre os foscos. A casca clara e brilhante indica que foram colhidos antes da hora.

LARANJA
A cor da casca (verde ou laranja) não tem a ver com a maturação interna, mas se estiver muito alaranjada pode ser que esteja velha.

MORANGOS
Para consumir morangos de boa qualidade, escolha os não muito grandes e de cor vermelha forte, sem manchas e partes amolecidas. Os muito grandes geralmente são mais aguados.

Top 5 melhores coisas de morar sozinho

Apenas algumas das várias provas de que morar sozinho é a coisa mais legal do mundo. Sempre falo que essa experiência te faz refletir sobre você mesmo e também sobre os outros, mas escolhi apenas as 5 coisas que eu realmente amo dessa vida.

1 – Você pode ficar pelado o tempo todo
Óbvio que esse seria o primeiro item da lista. Não é preciso ser nudista/naturista pra apreciar como isso é bom: não precisa levar a roupa pra trocar dentro do banheiro depois do banho, em dias de calor ninguém te julga por ficar de cueca na sala. Você pode tomar banho de porta aberta e já chegar do trabalho tirando a blusa sem se preocupar se tem alguém em casa.

2 – Não existe guilty pleasure
“Guilty pleasure” é aquela coisa legal que você faz mas tem uma pequena vergonha. Tipo gostar do disco daquela cantora adolescente (que agora você pode ouvir bem alto!) ou assistir uma novela ou série bem bobinhas (que agora você vê na TV da sala e não com fones no seu laptop). Quando você mora sozinho não há testemunha, tudo é permitido e você consegue aproveitar ainda mais essas experiências.

3 – Satisfação pra ninguém
Ainda sobre isso, outra vantagem é não ter pra quem dar satisfação. Você sai e chega em casa na hora que quer e pronto – exceto se tem pets. E se der vontade de dormir o fim de semana todo, ninguém vai te julgar. E se quiser chamar a galera, não tem que pedir permissão dos roommates; e se quiser trazer peguete pra casa, não precisa avisar a família; e se quiser beber no meio da tarde, beleza também. Só alegria!

4 – Tudo é decisão sua!
Quando você mora sozinho é igual ser um ditador. Tudo é você que escolhe: pintar a parede de branco ou azul? Você escolhe. Comprar iogurte ou chocolate? Você escolhe. E pode pedir a pizza do jeito que quer pois não tem que ter uma enquete entre todo mundo. E pode botar a colher direto no pote de doce sim e comer direto da panela sim e beber água direto da garrafa sim – ou pelo menos beber no copo e colocá-lo direto no escorredor de louças de novo.

5 – Silêncio
Do mesmo jeito que há a vantagem de ouvir música alta quando quiser, você pode escolher que horas quer silêncio – o que quase nunca é decisão sua morando com pais e irmãos, né? Na hora que você precisa ler, trabalhar, estudar ou focar em algo, fica muito mais fácil também.

Fica a dica: adesivos no azulejo

Uma amiga postou essa foto do antes/depois da cozinha da casa dela.

lari1

Os bancos coloridos são ótimos, mas olha como foram os azulejos coloridos que mudaram completamente o ambiente!

Como faz: é fácil e DIY. A-de-si-vos. Cada um vem no tamanho do azulejo e é só colar. Sem quebra-quebra ou sujeira. Só é mais chatinho nos que têm tomada, mas nada que um estilete não dê conta – você tira o espelho (esse plástico da tomada chama espelho, caso você não saiba) e cola por cima, depois tira o excesso. Equilibrando entre não aparecer azulejo quando você parafusar o espelho de novo e também não deixando adesivo demais lá dentro, pois pode ser perigoso. Tirando esse cuidado, é moleza.

Onde? No caso dela, foi na feira na Benedito Calixto, aqui em São Paulo, e saiu 60r$ o pacotinho com 18 (meio caro, mas dura muito). Aqui também vende em um box da Endossa, na Augusta. Mas tem vários sites que vendem e entregam no Brasil todo e também outras estampas. Dá uma googlada e boas compras :)

538782_396374143749527_976226928_n

1500783_10151827649535670_653810810_o1546133_10151827610715670_1148499320_n

Você conhece Amy Sedaris?

Já ouviu falar? No cinema, participou de “A Feiticeira” e dublou a Cinderala em “Shrek”, mas talvez você lembre dela como a editora dos livros da Carrie em “Sex and the City”. Ela também participou de “30 Rock”, “The New Adventures of Old Christine”, “The Good Wife”, “The Middle” e mais um monte de coisas.

amy1

Mas o que traz essa comediante a este blog é seu lado escritora.

Seu primeiro livro, lançado em 2006, é “I Like You: Hospitality Under The Influence” (em português seria algo como “eu gosto de você: hospitalidade sob influência [de álcool ou drogas]). Nela, ela mostra maneiras diferentes de fazer várias receitas e artes, há algo pessoal e engraçado em cada página.

amy3As vendas surpreendentes – best-seller do New York Times por semanas – fomentaram uma continuação. Mas, alguns anos depois, a realidade americana era diferente e ela lançou “Simple Times: Crafts for Poor People” (“tempos simples: artesanato para pobres”), que é ainda mais hilário. Para você ter uma ideia, há um tutorial de como se fantasiar de Jesus Cristo usando uma barba feita com os cabelos que ficam na sua escova ou no ralo do banheiro!

Nenhuma dos dois têm edição brasileira ainda que eu saiba (se você souber, me avisa?), mas valem o dinheirinho a mais da importação – aliás, algumas livrarias bem grandes têm eles no estoque. Como ela mesma diz, “você nem precisa ler pra gostar do livro”. Ele é muito gráfico, engraçado por si, não é necessariamente um passo a passo a ser seguido à risca. É um item diferente pra manter na mesa de centro :)

amy2

Ela tem um humor que me lembra Tatá Werneck, de fazer piada sem parar (e seu canal no YouTube prova bem isso): uma das minhas histórias favoritas dela, além das sobre seu coelho de estimação, é sobre Rick, seu namorado imaginário que foi assassinado. Em uma das várias entrevistas no programado do amigo David Letterman, ele olha o livro e diz: “Martha Steward devia ter continuado na prisão”.

Ela  rapidamente responde:  “Martha quem?”

Depois do pulo tem alguns dos meus vídeos favoritos dela. Enjoy!

Continuar lendo

Mas o que é amaciante de roupas?

Vou começar a fazer posts “Mas o que é?”, com uma breve explicação sobre alguma coisa que, de tão comum na nossa vida, nunca despertou nenhum interesse especial. Mas conhecimento nunca é demais :)

A Wikipédia diz que “amaciantes são produtos naturais ou artificiais utilizados para amaciar outros produtos, em especial os tecidos”. Aff. Isso a gente já sabia, né.

Na verdade, os amaciantes são agentes catiônicos que atuam por redução das cargas negativas sobre os tecidos tratados. Ele é produzido a partir de um negócio chamado quaternário de amônio, é ele que adere na fibra dos tecidos, fazendo com que elas se afastem umas das outras por meio desse diferencial de carga (saudades Telecurso 2000).

O ativo possui uma parte polar, com carga positiva, e uma apolar, com carga negativa. Ao entrar na fibra, cuja carga estática é negativa, a substância faz as fibras se afastarem, proporcionando a maciez.

Antes do século 20, antes de grandes empresas começarem a produzir esse produto em larga escala, usava-se nas roupas uma mistura de azeite, xarope de milho e sabão para esses fins. Eca! O lado ruim da produção atual é que os mesmos agentes químicos que deixam a roupa macia são o que podem fazer mal pra gente: com o uso da roupa, o efeito passa pois os elementos se soltam das fibras. E em contato com a pele ou inalados, podem causar câncer.

Aqui tem uma lista de outras 5 coisas que você não sabia sobre amaciante de roupas!

Fontes: Wikipedia (english) e FDR