Salve o planeta sem ser um eco-chato

De grão em grão a gente ajuda o mundo :)

Energia elétrica é luxo
O Brasil é o 7º consumidor de energia elétrica do mundo (fonte) enquanto 1,5 bilhão de pessoas não têm acesso a esse recurso (fonte). Não parece justo, né?

Pra economizar, utilize o máximo possível da ventilação e luz natural. Escolha também lâmpadas que consomem menos e se seu prédio não tem, exija que instalem sensores de iluminação para garagem e corredores. Outras dicas que já demos: desligar aparelhos em stand-by, não usar ferro de passar roupa e tomar banhos frios.

Recicle
Separar os lixos recicláveis não é difícil. Mas se seu bairro ou cidade não têm coleta seletiva, você vai precisar entregar estes materiais para cooperativas ou órgãos que trabalhem com esta função. Dá trabalho, mas a consciência fica limpa.

Água vale ouro
O Brasil tem muito rios e o baixo preço dessa conta faz as pessoas não refletirem muito sobre seu uso: você sabe quantos litros de água sua descarga usa? Você sabe quantos litros cada ciclo da sua máquina de lavar utiliza? Você tem noção do tanto de água que sai pela mangueira que você lava a calçada? Aposto que você nunca pensou nisso.

Instale válvulas na descarga com dois tipos de pressão na casa, feche a torneira quanto não estiver utilizando (enquanto se ensaboa, lava os pratos, escova os dentes ou faz a barba) e peça para que seu prédio reutilize água nas tarefas em que água não-potável pode ser usada: armazenar água da chuva para limpar o condomínio ou regar as plantas, por exemplo.

Construção correta
Se você vai construir ou reformar, escolha materiais com certificação ambiental, de manejo sustentável, principalmente quando se trata de madeira. Quando for comprar ou alugar um apartamento, veja se ele é bem iluminado para você gastar menos luz ali.

Transporte público
É, eles não são as coisas mais lindas e confortáveis no Brasil, mas lembre que cada pessoa ali é um carro a menos poluindo. E, na ponta do lápis, é mais confortável ter um carro, mas também MUITO mais caro entre parcelas, gasolina, estacionamento, seguro e o preço do aluguel de apartamentos com garagem.

Sem contar que quando você dirige tem que prestar atenção no caminho, já no ônibus e metrô você pode ouvir música, ler e mexer no celular de boa.

Como organizar sua despensa de uma vez por todas

O grande problema da despensa é que ela fica pouco à vista, então é fácil ir acumulando bagunça ali. Mas o tempo que você perde procurando algo ali não compensa! Vamos arrumar isso aí em 10 passos:

1. Esvazie a despensa e coloque tudo sobre uma mesa

2. Depois, limpe as prateleiras para deixar o espaço pronto para ser organizado

3. Separe os alimentos que estão em pacotes abertos dos que ainda estão fechados. E, claro, jogue fora tudo que estiver vencido!

4. Agora separe alimentos doces e salgados. Na hora de guardá-los, o ideal é que os salgados fiquem em uma prateleira e os doces em outra

5. Os alimentos em pacotes abertos deverão ser guardados em potes plásticos, tanto faz tupperware ou potes de sorvete, por exemplo, mas coloque a embalagem dentro do pote. Entende a diferença?

6. O ideal é todo pote ser quadrado ou retangular pois ajuda na organização, no encaixe mesmo. Se forem todos parecidos ou da mesma cor, etiquetar cada pote como nome do produto e data de validade ajuda. Assim, não vai precisar abrir todos para encontrar o que procura

7. Organize os alimentos por grupos: junte todos os enlatados, vidros, caixas de leite, garrafas d’água, sucos, massas, farináceos, achocolatados, açúcar, temperos, óleos, vinagres etc

8. E deixe gelatinas, sopas em envelopes e temperos prontos juntos em pequenas bandejas ou caixinhas. Você vai perceber a facilidade que é achá-los na hora que precisar usá-los

9. Agora comece a guardar tudo conforme os grupos formando fileiras. Fileira de caixas de leite, caixas de café, óleos

10. Importante: alimentos com data de vencimento mais próximo devem ficar mais na frente, pra serem consumidos primeiro.

Ah, e outra dica boa: mantenha um bloco de anotações e uma caneta próxima à despensa. Assim que acabar um alimento, anote ali. Na hora de ir ao mercado, veja só, a lista está pronta!

Parece saudável mas não é!

A revista Crescer, voltada para mães, fez uma matéria ótima de alimentos que parecem saudáveis mas não são. Resolvi escolher alguns da lista e adicionar outros aqui pois têm muito a ver com o universo de quem mora sozinho e tem pouco tempo pra cozinhar. A lista completa está no site da publicação :)

vish

1 – Peito de peru fatiado
Esse embutido parece uma alternativa ao presunto, mas os dois têm a mesma quantidade de sódio e gordura porque são uma mistura de carne e pele (eca!) do animal e cheios de conservantes. Eles e outras comidas bizarras (tipo salsicha e mortadela) devem aparecer no seu prato uma vezinha por semana só. Aqui vale a dica do rótulo: a lei obriga que o ingrediente em maior quantidade seja o primeiro da lista – repare quando for comprar que nunca é carne de peru a primeira coisa citada. Ou seja, pra quê pagar 50 reais no quilo de farinha de milho? :P

2 – Barrinha de cereais
Estranho, né? Mas é que muitas das que existem no mercado são ricas em açúcar e sódio e nem têm tantas fibras assim. Para saber se a que você compra é dessas, também compare os ingredientes que estão no rótulo: o que vem primeiro é o que está em maior quantidade, então procure marcas em que a fibra esteja no começo da lista. Outra dica é preferir as de fruta e as que contêm flocos de milho, mel, aveia e castanhas.

3 – Suco de caixinha e achocolatados
Essas bebidinhas inocentes podem ter até duas colheres de sopa de açúcar a cada 200 ml, além de uma quantidade grande de sódio – que faz mal pros rins e pra pressão. É igual beber um refrigerante! Sem falar nos corantes e aromas artificiais. E eu bebo o quê? Suco natural, oras. Água, água de coco e sucos prontos integrais. Nada de Toddynho, sorry.

4 – Empanados de frango
Parece carne de frango, mas não é! Aquilo é um compensado, nome dado por nutricionista a uma mistura de ingredientes nada nutritivos: pele, farinha e leite em pó. Não adianta fazer assado, vai continuar não sendo saudável. E os realçadores de sabor acabam com seu paladar. A gente come e acha bom, mas lembre que eles não têm valores nutricionais altos o suficiente pra substituir uma carne de verdade – nem em proteína nem em nada. Faz um bife ou uns ovos cozidos, é muito mais negócio.

5 – Produtos light e diet
Em casos de doenças como obesidade e diabetes vai lá, pois eles têm menos açúcar e gordura mesmo, mas os fabricantes adicionam sódio para manter o sabor – e mais um monte de coisas artificiais pra caramba. Geralmente é melhor ingerir uma quantidade menor da versão tradicional do que o dobro da light. Ou evitar por completo! No começo a gente sente falta (crise de abstinência) mas depois esquece até que eles existem. :)

Manteiga x margarina: qual é melhor?

Você precisa saber da margarina, já cantava Caetano. E qual é a dela, afinal? Na minha mente infantil manteiga você comia com pão e margarina você usava nas receitas. Mas, claro, não é bem assim…

Norways-protectionist-pol-007

Qual a diferença entre uma e outra?
A primeira e mais importante diferença é que manteiga é de origem animal. Ela é feita da nata de leite batida. A margarina é de origem vegetal, resultado de um processo artificial chamado hidrogenação (onde moléculas de hidrogênio são incorporadas às de gordura em altas temperaturas). Com isso, a gordura insaturada fica parcialmente saturada e/ou trans.

Abaixo temos os tipos de gorduras presentes em margarinas e na manteiga (gramas/porção*).

Quantidade de gorduras fornecida por porção de manteiga ou margarina

tabela1

*uma porção é definida como 13-14 g, aproximadamente uma colher de sopa  (fonte)

E qual é melhor?
Melhor para quê? Bom, se você leu certinho, viu que margarina tem gordura trans e ela não faz nada bem pra gente – especialmente pro coração. Enquanto isso, todo mundo sabe que leite não é o melhor amigo de nenhuma dieta por conta da gordura saturada e da lactose, mas tem ácido burítico (bom para a saúde intestinal) e vitamina A (facilitadora da digestão das proteínas). E, sabendo muito bem disso, várias fabricantes de margarinas começaram a aditivar sua produção, adicionando vitaminas e fibras a seus produtos.

Então como escolher, né? Minha dica pessoal é prestar mais atenção na quantidade e no acompanhamento. De forma fria, a manteiga parece mais saudável, mas deixa de ser se você comer um pote por semana no pão francês com mortadela. Já a super-vilã margarina vira uma princesa-boazinha se for light e em pouca quantidade no pão integral. Harmonia é a palavra-chave, eu acho :)

A Super fez uma matéria sobre a questão: clique aqui pra ler.

Dez perguntas (e respostas) sobre sua geladeira!

Tudo que você queria saber mas tinha medo de perguntar.

1 – Microondas em cima da geladeira pode?
Não, senhor. Nem do lado. Nem fogão do ladinho. Ela foi feita pra funcionar em um ambiente “normal” e isso significa “sem fontes de calor por perto”.

2 – Abrir a geladeira pra pensar é ruim?
Intelectualmente não, pra geladeira sim. O consumo de energia está diretamente relacionado à troca de calor e pode variar de acordo com o número de vezes e o tempo que a porta ficou aberta. O ar quente que entra precisa ter sua temperatura diminuída e se você abrir a porta de novo antes disso acontecer vai f#d3r com o processo todo, que terá que recomeçar. E, nesse sentido, o esforço é o mesmo se você abrir mil vezes rapidinho ou abrir uma vez e deixar aberta um tempão.

3 – Minha geladeira pode tomar sol?
Melhor não, pelo mesmo motivo acima: sol que bate diretamente na geladeira é considerado fonte de calor, ok? Sem falar que pode danificar a estética dela, trincando a pintura ou ressecando as borrachas.

4 – Na mudança, posso deitar minha geladeira?
Melhor evitar. Ela contém um tipo de óleo lubrificante que permite seu adequado funcionamento. Quando ela é movida ou transportada deitada, esse óleo escorre e pode cair nos dutos de sucção do gás refrigerante. Se você deitar o aparelho por algum motivo, é bom manter estável e em pé por duas horas antes de religar.

5 – Pode guardar ovos na geladeira?
Sim, claro. Tem gente que acha que o abre e fecha prejudica os ovos que ficam na porta. Há controvérsias mas, por via das dúvidas, deixe eles na prateleira normal então. Sempre na primeira, no topo, onde a temperatura é mais baixa.

6 – Pode colocar comida quente na geladeira?
Claro que não, meu filho. Um potinho quente na geladeira tende a elevar a temperatura dos demais produtos lá, prejudicando a conservação deles. É melhor tampar e deixar a comida atingir temperatura ambiente antes de ir pro ~refrigerador~.

7 – Pode deixar a geladeira encostada na parede?
Se não pudesse, ela ficaria onde? No meio da cozinha? Cada geladeira tem uma distância mínima que precisa para circulação de ar, cheque o manual de instruções da sua. Mas geralmente a maneira que elas são fabricadas já impede que fiquem encostadas de verdade na parede.

8 – Pode acelerar o descongelamento com secador de cabelo?
Sua geladeira tá indo pra uma festa? Não! As geladeiras mais modernas tem um botão para isso e, pra ajudar, você pode deixar a porta aberta. Fim. O calor do secador ou da água quente pode deformar as partes plásticas do congelador. Ou alguma água pode escorrer pra algum lugar errado e estragar alguma parte vital do seu eletrodoméstico. E não use uma faca também pois pode causar acidentes (arranhar a parede, furar um duto ou um olho!).

9 – Pode secar roupa atrás da geladeira?
Não! A grade localizada na parte de trás da geladeira é o condensador do produto, que faz a troca de calor do sistema de refrigeração. Se tiver algum tecido molhado ali, a troca de calor passa a ser menos eficaz. Isso gera queda de desempenho e aumento no consumo de energia.

10 – Pó de café alivia odores da geladeira mesmo?
Sim. E carvão também. Eles atraem umidade e, consequentemente, odores. Aqui tem outras dicas legais sobre isso.

(fonte: BBEL)

Fica a dica: as vantagens dos banhos frios

Um amigo que acabou de mudar pra São Paulo veio me falar que, mesmo antes dessa onda de calor, só tomava banhos frios. Achei bizarro primeiro, mas fui pesquisar e vi que o negócio é quase uma seita :P

Vantagens:
– O choque de temperatura exige uma reação do organismo, que produz endorfinas
– Ativa o metabolismo e a circulação
– Economiza energia elétrica e água

Também dizem que é afrodisíaco, aumenta a imunidade, previne queda de cabelo, faz bem para a pele etc, mas não vou afirmar nada, pois não sei se é verdade.

Como?
Existem várias maneiras, a mais comum é entrar na água fria primeiro pelo peito, depois ombros, costas e aí a cabeça. Sair da água, se ensaboar e voltar pra ela. Sempre ficando embaixo da água o mínimo de tempo possível.

Eu não suporto, mas está fazendo muito calor ultimamente então tenho feito o contrário do que faço no inverno: ao invés de ficar do lado de fora esperando a água esquentar, abro o chuveiro gelado e fico embaixo fechando até ficar morna como eu gosto. O lance é que desse jeito você está com o corpo frio, então já considera os primeiros pingos de água aquecida bons o suficiente :)

A melhor parte é sair do banho: você diminuiu um pouco a temperatura do seu corpo, então o ambiente parece mais agradável enquanto você se enxuga.

Vale tentar.

Quem quer pão? Como comprar o tipo certo e fazer durar mais

Primeiramente, acho válido ler esse post ouvindo esta singela canção.

Ok, mas o assunto é sério.

Depois de reclamar que joguei a última fatia do pão de forma fora por causa de mofo, sempre me respondem: “afff, guarda o pão na geladeira, seu imbecil”.

Mas pão é pra comer na hora ou nos próximos quatro dias. Sim, ele vai durar mais na geladeira se você considerar apenas mofos, mas ele resseca, alguns nutrientes (especialmente amido) cristalizam e você pode perder alguns valores nutricionais dele. Isso acontece devido a um processo conhecido como “retrogradação”.

Captura de Tela 2014-02-05 às 17.14.08

No mercado e na padaria: atenção se o pão está numa área arejada e fresca, que não bata sol direto. Verifique sempre se o pão está dentro do prazo de validade. Ah! E se comprar pão ainda quente, prefira sacos de papel e deixe um pouco aberto no caminho – o vapor pode sumir com a crocância.

Na sua casa: nunca deixe a embalagem aberta, sempre feche com o arame. Além de arejado, o local onde seu pão fica deve ficar o mais distante possível de produtos com odores fortes ou produtos de limpeza.

No freezer: geladeira não pode mas freezer pode? Ah vá! Mas é verdade. Use recipientes próprios para o freezer e já armazene fatiado. Na hora de comer, espere descongelar em temperatura ambiente e aqueça um pouco depois. Pães de forma, geralmente, podem ir do freezer direto pra torradeira! Detalhe: é uma boa colocar etiqueta nos pães congelados com data (eles duram no máximo uns 5 ou 6 meses assim).

Outras dicas:
– Se você não come a primeira fatia do pão de forma, não jogue fora! Ela ajuda a proteger as outras
– Duram mais os pães escuros e/ou feitos com farinha integral e cereais

E manera ae na quantidade de requeijão e mortadela heim!

E legumes/verduras? Saiba aqui as vantagens e desvantagens das congeladas